Clube de Poker - Novo modelo de negócio

Está nascendo um novo modelo de negócios para um clube de poker.

A ideia é a seguinte: Cria-se um clube com contornos de uma associação entre amigos.

Depois cobra-se uma mensalidade para que você continue como associado e pronto!

Essa foi a forma que clubes de poker encontraram para "driblar" a lei do estado do Texas nos EUA que não permite casas, clubes e/ou cassinos para a prática do poker live.

Nem torneios são permitidos naquele estado.

Mas empresários espertos, tem conseguido obter algum êxito e fornecer para uma população ávida por jogo, um certo nível de entretenimento.

O clube não cobra rake e tão pouco taxa de administração dos torneios, mas fornece toda a infraestrutura com mesas, fichas e dealers para a moçada mandar bala no baralho.

O clube sobrevive através das mensalidades dos associados, consumo interno da casa (algumas tem um cardápio pra lá de caprichado) e a mais nova forma de rentabilização: Anúncios!

Sim! Anúncios. Algo muito corriqueiro atualmente na internet e que agora está dando uma força para o pessoal do Live também. E a conta é simples: A circulação de pessoas fisicamente no local é relativamente grande, então que tal anunciar no feltro?

Ou então nas paredes da casa? banheiros, nas fichas, nos copos descartáveis, etc., etc.

Bem bolada a ideia, não?

De qualquer forma existe ainda muita incerteza sobre como o governo de lá irá se posicionar frente a este modelo de operação.

Esperamos que a moda pegue e que possamos logo, logo ver essa vertente do clube por aqui também.

Vlw pessoal e até a próxima


Sobre o Autor

Avatar
Fabio Dalonso

Paulistano nato, Sorocabano postiço, apaixonado pela esposa e filho, apreciador do bom e velho Heavy Metal e atualmente - nem tão atualmente assim ;o) - louco por Poker.